Gestão de Oficina Para o Mecânico

Férias dos funcionários: o que devo saber sobre para ficar na lei?

Viagem de férias

Se você coordena bem sua oficina mecânica e tem bons colaboradores em sua equipe, então é provável que tudo funcione perfeitamente. Porém, isso também significa que todos merecem o devido descanso pelo período trabalhado. E como as férias dos funcionários também são um direito garantido por lei, é melhor se informar sobre o tema para não cometer nenhum erro.

Claro que você não deve pensar nisso apenas como uma obrigação. Ter um pouco de descanso de tempos em tempos também contribui bastante com a produtividade de todo profissional. Se você quiser aumentar o desempenho da sua equipe, pensando no médio e longo prazo, estar dentro da lei de férias será uma vantagem para todas as partes.

Quer entender melhor como funcionam as regras das férias dos funcionários? Então acompanhe.

Como os funcionários podem solicitar as férias?

Via de regra, todo profissional precisa atuar na empresa por um tempo determinado antes de poder pedir suas férias. Sempre contando a partir da sua data de admissão.

Após esse período, o funcionário pode pedir o direito a férias, seguindo todas as regras normalmente. Ele não é obrigado a pedir suas férias imediatamente depois disso. Entretanto, precisa estar atento para que este tempo não seja excedido. Isso porquê, conforme a duração do contrato de trabalho for se estendendo, ele terá direito a novos pedidos de férias.

Como é feita a concessão das férias?

O mecânico faz a solicitação, sim, mas as férias dos funcionários só ocorrem quando a empresa faz sua concessão. Ou seja, você precisa aprovar o pedido e determinar em qual data essas férias começam e quando elas acabam. Mas, para isso, também existem algumas regras estabelecidas por lei que você deve respeitar.

Primeiramente, o funcionário deve ser comunicado sobre a sua concessão de férias, com um período razoável de antecedência. Assim, ele pode se planejar para aproveitar melhor o descanso, além de organizar suas tarefas antes de sair. Também é assegurado ao trabalhador que ele receba seu salário pelo mês em que está de férias. O ideal é consultar o contador da oficina para que o cálculo do valor que o funcionário receberá esteja correto.

Qual é a duração esperada das férias?

No geral, o todo funcionário tem direito a 30 dias de férias, que podem ser tirados de uma só vez. É possível, em determinadas situações, dividir em mais de um período. Porém, alguns fatores podem afetar esse número de dias e os momentos onde o funcionário pode pedi-los.

Primeiramente, temos o número de faltas não justificadas ao longo do ano. Todo profissional tem direito a faltar por licença médica ou outro caso de emergência, o que não é nada fora do normal. Porém, faltas não justificadas não são levadas na garantia desse direito. Dependendo do total de faltas, o funcionário perde direito a alguns de seus dias de férias. Isso por conta do tempo que ele já esteve fora da empresa sem justificativa.

Para funcionários menores de 18 anos, como aprendizes, há mais uma regra envolvida. Na hora de tirar as férias, elas precisam coincidir com o período de férias escolares.

Como funciona o pagamento nesse período?

Como já dissemos, você não deixa de pagar nenhum salário durante as férias dos funcionários. Esse é um direito garantido a eles pelo seu tempo de serviço. Porém, a lei também estabelece algumas regras diferentes para definir o valor pago em relação a esse período.

Quando o colaborador sai de férias, ele recebe o salário normal, com um adicional de férias proporcional ao seu seu pagamento normal. Ou seja, ele sai da empresa com um valor extra em cima de seu salário normal. Esse total também pode ser um pouco maior, caso você tenha um acordo com sua equipe, mas nunca pode ficar abaixo disso.

De qualquer forma, a indicação é sempre consultar um contador ou o profissional responsável pelos assuntos de recursos humanos da oficina. Desta forma, é mais garantido que o cálculo que estipula o valor a ser recebido pelo funcionário esteja correto.

Como funciona o abono de férias?

Outra opção que o seu colaborador pode escolher é “vender” 1/3 das suas férias. Esse é um direito para funcionários que trabalham em período integral pela CLT. Se um de seus mecânicos quiser o abono, ele deve notificar você um certo número de dias antes do prazo de aquisição das férias.

Como organizar a empresa para manter a produtividade?

Depois de entender como funcionam as férias dos funcionários, ainda falta uma coisa muito importante: evitar que sua equipe perca produtividade enquanto algum membro da equipe está fora. Para evitar problemas, tente seguir os passos abaixo.

Faça um revezamento de férias

O problema nunca é uma pessoa saindo de férias, mas 5 resolvendo sair ao mesmo tempo. Para evitar isso, o melhor a fazer é criar uma escala de férias, garantindo que poucas pessoas saiam por vez. O número ideal será definido de acordo com o quadro de funcionários de cada oficina. É importante, também, levar em consideração as tarefas desempenhadas por cada integrante que estará ausente.

Redistribua as tarefas

Enquanto uma pessoa estiver fora, outras precisam assumir suas responsabilidades. Isso, ou a qualidade do serviço começa a cair. Converse com sua equipe e veja como as tarefas podem ser mais bem realocadas durante esse período. Dessa forma, quando o profissional retornar de férias, tudo ainda estará funcionando bem.

E lembre-se, não são apenas os funcionários que precisam de férias! O empresário também merece seus dias de descanso. Basta se organizar com antecedência que, mesmo ausente da oficina, os processos e atendimentos podem continuar normalmente.

Agora que você entende como funcionam as leis sobre férias dos funcionários, é hora de colocar esse conhecimento em prática em sua oficina. E se quiser continuar recebendo nossos melhores conteúdos, assine nossa newsletter e acompanhe tudo em primeira mão.

Estoque para oficina mecânicaPowered by Rock Convert