Gestão de Oficina Para o Mecânico

Como descartar corretamente a carcaça da bateria automotiva?

descarte de bateria automotiva

Quando falamos sobre as fontes energéticas que fazem um carro se movimentar, a primeira coisa que nos vem à mente são os combustíveis, não é verdade? No entanto, é só pensarmos um pouquinho mais para que logo nos lembremos da bateria automotiva. Ela é responsável por alimentar os diversos sistemas elétricos e eletrônicos embarcados nos veículos — que são cada vez mais numerosos.

Ainda, a recente popularização dos veículos elétricos, mesmo que eles ainda pareçam distantes da realidade brasileira, colocará esse componente em evidência como nunca antes no segmento automotivo. Nesse cenário, a pergunta que surge é: como você tem feito o descarte de carcaças de bateria em sua oficina?

Acompanhe, neste post, informações importantes sobre esse assunto!

Entenda como é constituída a bateria automotiva

Para entender a importância do descarte correto desse tipo de material, o primeiro passo é entender como as baterias automotivas são constituídas. Isso, porque, além daquilo que conseguimos enxergar, esses componentes contêm elementos químicos que exigem cuidados específicos na sua destinação.

O principal deles é o chumbo, que forma as placas que atuam como polos positivos e negativos. Os polos negativos, chamados de ânodos, são formados apenas de chumbo metálico, enquanto os positivos, também conhecidos como cátodos, são revestidos por dióxido de chumbo. Durante seu funcionamento, as reações fazem com que os ânodos sofram oxidação e percam elétrons, que são captados pelos cátodos, dando origem à corrente elétrica.

Para separar essas placas de chumbo, são utilizados materiais isolantes, como papelão ou plástico. Eles são utilizados em espessuras bem finas, para aumentar sua capacidade sem ocupar muito espaço.

Para potencializar a condutividade elétrica, a bateria automotiva tem seu interior preenchido por uma solução aquosa de ácido sulfúrico. Isso faz com ela também leve o nome de bateria de chumbo-ácido.

Finalmente, sua carcaça é constituída de material plástico, devendo ser adequadamente vedada, para impedir vazamentos, e resistente a impactos. Por isso, escolher baterias de qualidade é o primeiro passo para seu uso consciente, que vai desde a aquisição até o descarte.

Conheça sua importância para o funcionamento de um veículo

Se, há alguns anos, a bateria automotiva tinha apenas algumas funções de apoio em um veículo, hoje, sua importância é bem maior. Ela continua desempenhando muitos desses papéis tradicionais, como alimentar o sistema de iluminação e auxiliar no funcionamento da partida elétrica. Entretanto, cada vez mais recursos embarcados dependem da presença dessa importante fonte de energia.

Entre os principais sistemas que demandam energia elétrica, logo nos lembramos do acionamento dos vidros e do travamento a distância das portas. Além dessas facilidades, não é difícil encontrar veículos equipados com ar-condicionado e direção elétrica, por exemplo. Ou, ainda, bancos elétricos, central multimídia, freios ABS e retrovisores retráteis em modelos mais completos.

Gestão de oficina e tecnologiaPowered by Rock Convert

Todos esses recursos aumentam a demanda por energia elétrica em um veículo, que deve ter sua carga nominal compatível com o trabalho que será exigido dela. Na hora da sua substituição, vale, também, verificar as condições do alternador, que é responsável por alimentar a bateria e transformar a energia mecânica em elétrica.

Entenda a importância do descarte correto da bateria automotiva

Assim como as pilhas que utilizamos em pequenos equipamentos eletrônicos, as baterias automotivas precisam de um cuidado diferenciado na hora do seu descarte. Afinal, com a presença de todos os componentes químicos que vimos, não é preciso ser nenhum grande especialista na matéria para saber que seu descarte irregular pode ser prejudicial ao meio ambiente e também às pessoas.

Mais do que isso, ao final de sua vida útil, uma bateria automotiva pode ter a maioria de seus materiais reciclados e reaproveitados para outros fins. Por isso, nada de jogá-las em lixos convencionais ou mantê-las paradas no estoque: o ideal é destiná-las a locais específicos para descarte de baterias.

De acordo com a Resolução 401/2008 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), todos os fabricantes de baterias no Brasil devem receber de volta os equipamentos esgotados que foram por eles comercializados para seu correto tratamento. Além dessa opção, existem diversos postos de destinação para esse tipo de material, como empresas especializadas e cooperativas ambientais.

Quando uma bateria automotiva é descartada no ambiente sem os devidos cuidados, ela acaba indo parar em lixões e aterros comuns. Assim, seus fluidos e metais pesados passarão a contaminar o solo e até mesmo o lençol freático, um reservatório de água subterrâneo fundamental para nosso abastecimento. A partir de então, será questão de tempo para que esses elementos químicos estejam presentes nos alimentos que consumimos e na água que bebemos.

As consequências dessa situação não são nada boas para a nossa saúde, pois esses elementos químicos podem causar diversos tipos de doenças e disfunções no organismo. Ou seja, o correto descarte de carcaças de baterias automotivas é uma prática importante tanto para as atividades da oficina quanto para o bem-estar de toda a sociedade.

Veja os benefícios de investir na sustentabilidade em sua oficina

Algumas pessoas podem até não perceber, mas uma oficina mecânica pode causar grandes impactos ambientais. Por isso, ela deve incorporar práticas sustentáveis ao seu dia a dia. Isso, porque praticamente todos os óleos, fluidos e componentes ali manuseados podem deixar resíduos poluentes.

Essa situação tem sido cada vez mais observada pelos clientes, que têm levado a sustentabilidade em conta na hora de escolher os produtos e serviços que vão consumir. Assim, as oficinas que buscam minimizar os impactos ambientais abrem as portas para esse público mais engajado. Isso tudo, certamente, aumentará sua clientela e, consequentemente, os seus ganhos.

Existem até mesmo certificados emitidos por institutos de controle que ajudam a reconhecer as empresas que se esforçam para não agredir o meio ambiente em suas operações. As principais certificações nesse sentido são a ISO 14001 e o Selo Verde do IQA (Instituto de Qualidade Automotiva).

Além de aumentar a identificação com seus clientes e melhorar a imagem da marca, os benefícios possíveis para uma oficina sustentável passam pela redução de custos operacionais e pelo aumento da produtividade.

Agora que você já sabe como deve ser feito o descarte de carcaças de bateria automotiva em sua oficina, que tal ler nossas próximas dicas em primeira mão? Basta assinar a nossa newsletter para receber as novidades em sua caixa de e-mail!

Estoque para oficina mecânicaPowered by Rock Convert