Para o Mecânico

Oficina sustentável: o que é e como transformar a sua em uma?

Homem numa oficina sustentável

As oficinas mecânicas são comumente associadas a um ambiente rústico e desatualizado. É exatamente por isso que esse tipo de estabelecimento precisa se reinventar: na forma como se relaciona com os clientes e também com o meio ambiente.

O grande empecilho entre os empreendimentos e o ecossistema são os resíduos gerados pelos estabelecimentos. No caso das oficinas, esse problema é potencializado. Basta lembrar da quantidade de produtos químicos e demais resíduos —sólidos e líquidos — que exigem finalização adequada.

A transição de um empreendimento convencional para uma oficina sustentável garante inúmeros benefícios. Você não somente conseguirá o apreço das novas gerações — normalmente engajadas em sustentabilidade ambiental —, como ainda reduzirá custos, aumentando o faturamento.

Se expandir a clientela, reduzir os gastos e ampliar os lucros não for o bastante, restará a boa ação: uma contribuição ambiental ao preservar a natureza, sem agredi-la durante o exercício do seu negócio.

Interessado em embarcar nessa nova era das oficinas mecânicas? Então, aprenda agora a transformar a sua oficina em um estabelecimento ecologicamente amigável!

O que é uma oficina sustentável?

Sustentável, ambientalmente correta, ecológica ou verde. Esses são os nomes que uma oficina — ou qualquer outro estabelecimento — recebe ao realizar uma gestão preocupada com os reflexos ambientais. O conceito foca na extinção dos desperdícios e na minimização do impacto ambiental.

É fato que essa nova postura de empreender cresceu a partir do momento em que se observou a necessidade de contenção de gastos. No entanto, isso não diminui a importância da sustentabilidade. Pelo contrário, crescem os motivos para se adequar ambientalmente.

Como transformar a minha oficina em um ambiente sustentável?

Certo, agora que você já compreende o conceito e importância da sustentabilidade, chegou a hora de aprender a aplicá-la. Confira as nossas 5 dicas para tornar a sua oficina amiga do meio ambiente!

1. Descarte adequado dos resíduos líquidos

Os resíduos produzidos em uma oficina exigem muita cautela na fase de descarte. A principal razão de todo esse cuidado se dá pelo potencial de contaminação desses fluídos. Sem a finalização adequada, todas as soluções oleosas contaminarão tanto o solo quanto os canais de água nos quais foram negligentemente despejadas.

Para adequar a sua oficina nesse critério, você precisará descartar o óleo e sua embalagem conforme a legislação orienta, procurando por empresas especializadas nessa coleta na sua região.

Mas e quanto ao óleo do chão e das pias? Para tanto, você precisará:

  • impermeabilizar o piso da oficina;
  • instalar uma caixa para filtrar e separar a água do óleo.

A primeira atitude impedirá que o óleo seja absorvido pelo piso e, posteriormente, pelo solo. Sempre que for lavar o chão da oficina, direcione os líquidos dessa higienização a um ralo, conectado à caixa de filtragem. Essa caixa manterá um reservatório com todo o óleo filtrado, no aguardo de um fim adequado.

2. Descarte adequado dos resíduos sólidos

Outro fato é que as oficinas geram muitos resíduos sólidos: plásticos, borrachas, metais, vidros, entre outros. É seu dever aproveitar todo esse material de potencial reciclável. Separe-os de acordo com as suas características e opte por:

  • levá-los ao centro de reciclagem da sua região;
  • vendê-los para uma cooperativa de reciclagem.

3. Capacitação dos colaboradores

Esse é um critério fundamental para se tornar uma oficina sustentável, e não somente por um quesito de sustentabilidade. Como você pode conferir em nosso post “Por que investir na capacitação dos mecânicos em sua oficina?“, o treinamento dos seus funcionários possibilitará um aumento na produtividade e faturamento.

Isso se reforça ainda mais no atendimento. Com funcionários atualizados a respeito de sustentabilidade, você conseguirá agregar valor à oficina e subir a satisfação dos clientes, enquanto demonstra uma postura de responsabilidade ambiental na sua comunidade.

4. Desperdícios elétricos e hídricos

Com um grande número de máquinas, ferramentas e peças, já era de se esperar que as oficinas esbanjassem energia elétrica. Para ajudar o ambiente, reduzindo custos com a conta de luz, lembre-se de:

  • fazer um uso inteligente do elevador de veículos — máquina protagonista no consumo de energia —, realizando todas as tarefas de uma só vez, evitando o sobe e desce desnecessário.
  • sempre que possível, aproveitar a iluminação natural (uma boa ideia é aplicar telhas translúcidas no estabelecimento);
  • substituir as lâmpadas antigas por modelos LED, com menor consumo de energia elétrica;
  • localizar os pontos com excesso de lâmpadas e retirá-las.

E quanto à água? Uma das melhores ideias é promover a captação da água da chuva. O investimento costuma ser bastante acessível e pode ser quitado rapidamente. Um sistema de coleta inclui a ligação inteligente de calhas e filtros, que direcionarão a água para um reservatório.

Assim, você poderá utilizar a água armazenada para a lavagem de peças e até mesmo da oficina. A economia na conta de água será perceptível logo no primeiro mês.

5. Obtenção do selo verde

É normal que, após todo o esforço necessário para se adequar às normas ambientais, você queira o devido reconhecimento. É por isso que existem as certificações e selos ambientais.

A certificação mais popular é a ISO 14001. Estar de acordo com os parâmetros dessa ISO significa que você respeita as inúmeras regulamentações de preocupação ambiental. Uma outra opção é o Selo Verde do IQA (Instituto de Qualidade Automotiva).

Exibir essas certificações em seus portais, anúncios e demais exposições é uma excelente maneira de conquistar o crescente público ambientalmente consciente.

Sim, transformar a sua oficina em ambiente sustentável pode ser uma jornada bastante trabalhosa, talvez até longa. No entanto, não se convença da inviabilidade dessa transição. Você precisa encarar esse processo como um investimento!

Mais do que isso, lembre-se que esse é um tipo de adaptação de mercado. Se você não fizer a sua parte, o concorrente vai passar na frente.

Vivemos em uma época em que é possível conciliar preocupação ambiental a lucratividade. Sendo assim, por que não aproveitar?

E então, o que você acha de buscar a oficina sustentável? Se você gostou das informações deste post, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais. Dessa maneira, você já deixa claro para os seus clientes a sua preocupação ambiental e intenção de mudança!

Ebook como trocar uma pastilha de freio