Para o Motorista

O que é o freio motor e como utilizá-lo?

freio motor no trânsito

Você já ouviu falar em freio motor? Não adianta entrar no carro e olhar e volta: você não vai encontrar um pedal ou uma alavanca para acioná-lo. O freio motor é uma forma de conduzir o veículo que adiciona segurança ao sistema. Principalmente em viagens longas realizadas em estradas com muitos aclives ou declives.

Saber utilizar esse mecanismo fará com que você melhore as condições de manutenção do seu carro, dirija com mais segurança e ainda economize. Ainda não está familiarizado com o conceito e quer começar agora mesmo a usar o freio motor? Neste artigo, vamos derrubar alguns mitos que foram criados em torno da utilização desse sistema. Além disso, vamos mostrar como cuidar do carro para que você possa usá-lo com tranquilidade.

O que é freio motor e como utilizá-lo?

O freio motor nada mais é do que um auxílio às frenagens mais longas em trechos onde há declives. Ele também pode ser acionado no trânsito, quando há desacelerações nos congestionamentos. Ele é acionado quando você tira o pé do acelerador, reduzindo a velocidade usando o funcionamento do motor para segurar o veículo.

A vantagem é que, além de tornar a condução mais segura, você acaba poupando mais o sistema de freios do carro com essa ação. Para isso, é preciso engrenar o veículo ao descer usando a mesma marcha que acionaria ao subi-la. Ou seja, se você utilizaria a segunda para subir uma ladeira, é nessa marcha que deve descê-la, tirando o pé do acelerador.

Ao fazer isso, você vai perceber que não será necessário usar o freio, pois o carro já estará na velocidade adequada para a descida. O mesmo vale para o trânsito mais carregado, quando você pode apenas desacelerar, em vez de frear.

Quais as vantagens de usar o freio motor na condução?

Há uma série de benefícios, tanto para a sua segurança quanto para a manutenção do carro ao utilizar o freio motor. Saiba agora os principais!

Redução do consumo de combustível

Muita gente pode pensar que o freio motor é um grande desperdício de combustível por causa do uso de marcha lenta quando o motor está trabalhando em alta rotação. O raciocínio até parece fazer algum sentido. Mas, na prática, saiba que ocorre exatamente o contrário quando você usa bem essa ferramenta.

Quando você aciona o freio motor, deve tirar o pé do acelerador e é justamente nesse ponto que a economia de combustível atua. Isso porque o giro estará mais alto, mas sem que o motor tenha que ser alimentado com combustível. Afinal, a injeção só ocorre quando você acelera.

Menor desgaste do sistema de freio

Quando você passa por períodos longos de declive, como na descida de uma serra em uma viagem, acaba pisando mais vezes no pedal de freio convencional para controlar a velocidade, não é mesmo? Mas se usar o freio motor, essa ação não será necessária, pois o carro vai reduzir gradualmente, sem que os freios tenham que trabalhar.

Assim, haverá menor desgaste de lonas e pastilhas. Os pneus também acabam sendo poupados, justamente porque há uma distribuição melhor da frenagem.

Não prejudica os demais componentes do veículo

Atuando como um sistema de auxílio à frenagem, promovendo mais segurança e controle do carro, o uso do freio motor é um grande aliado das peças do seu veículo quando usado corretamente. Por isso, já está na hora de derrubar o mito de que a sua utilização seria prejudicial aos componentes do motor.

A verdade é que os carros são projetados para o acionamento desse mecanismo. Por isso, ele deve ser adotado em sua condução sempre que necessário.

Como cuidar bem do veículo e garantir o acionamento seguro do freio motor?

Saber utilizar o freio motor é a principal forma de evitar que ele prejudique o funcionamento do sistema de câmbio e do veículo como um todo. Assim, é preciso que você entenda como fazer as reduções de marcha regularmente. Ou seja, sem que isso seja feito de forma brusca e provoque um descompasso na movimentação das engrenagens da transmissão.

O ideal é que você aprenda a usar o freio motor aliando esse conhecimento a uma direção mais tranquila e segura. Dessa forma, ao saber que fará uso dele, comece a reduzir a rotação e a marcha antes de chegar no trecho de declive em que será necessário utilizar o freio motor.

Uma forma de assegurar isso, na maioria dos carros, é usar como referência o conta-giros. Procure manter a rotação sempre um pouco abaixo da faixa vermelha. Assim, a eficiência do sistema é garantida e você pode assegurar a preservação dos componentes do sistema de câmbio. Veja outros pontos de atenção!

Mantenha os níveis adequados de água e óleo

O superaquecimento é um inimigo natural do freio motor e da condução do seu veículo de forma geral. Portanto, mantenha em dia a verificação dos níveis de água e de óleo.

Fique atento às condições das pastilhas de freio

Mesmo que não utilize o pé no pedal do freio ao acionar o freio motor, é importante sempre checar as condições das pastilhas e do disco para garantir a segurança de todo o sistema. O mesmo vale para a embreagem.

Calibre bem os pneus

A pressão dos pneus, assim como seu estado de conservação, devem ser sempre avaliados antes de fazer uma viagem. Em especial se você pretende começar a usar o freio motor nos declives.

Se você quer garantir viagens mais seguras, principalmente quando passa por trechos prolongados em declive, é bom começar a usar mais o freio motor. Com ele, o carro ficará mais controlado. Isso porque terá mais força na tração, ampliando a sua capacidade de frenagem. Além disso, você terá muitos outros ganhos, como a economia de combustível e a redução do desgaste de componentes do sistema de freios e dos pneus.

O que achou deste artigo? Conseguimos derrubar os mitos que envolvem o uso do freio motor e convencer você da sua utilização? Então, que tal agora conhecer um pouco mais sobre o sistema de frenagem lendo mais um artigo em nosso blog?