Para o Motorista

Quais as diferenças entre câmbio manual e automático?

diferenças entre câmbio manual e automático

A compra de um carro sempre é importante. Costuma ser um momento de felicidade e alegria para o motorista e para toda a família. Por isso, é necessário compreender como ele funciona e qual modelo é o mais adequado para cada ocasião. Entre os requisitos que precisam ser levados em consideração, está a troca de marcha, que, como sabemos, pode ser manual ou automática e pode variar de acordo com o modelo do veículo.

Durante muito tempo dirigir significava conhecer em detalhes o funcionamento das marchas e quando cada uma deve ser utilizada de acordo com o rendimento do carro. Com o passar dos anos esse conceito foi mudando e se adaptando às mudanças do mercado. Hoje em dia, os modelos mais caros e complexos possuem o câmbio automático, já os mais simples utilizam o manual.

Mas antes de escolher o modelo que mais chamou sua atenção, é preciso conhecer e entender os dois câmbios de marcha possíveis. Assim, poderá ser feita a escolha com mais segurança e evitando problemas futuros durante a direção. Continue lendo o artigo e confira todos os detalhes que vão te auxiliar na escolha do carro dos sonhos!

O que é câmbio manual?

O câmbio manual é mais o tradicional e que todo motorista deve conhecer para tirar a carteira de habilitação no Brasil. Este método é o mais utilizado em países da Europa, sendo menos escolhido pelos Americanos e Japoneses. A seguir vamos citar algumas vantagens que podem fazer a diferença na hora de escolher seu carro dos sonhos.

Uma das características que mais chamam a atenção dos carros manuais é o preço, já que tendem a ser mais econômicos e acessíveis em relação aos automáticos. Quando o assunto é direção, as vantagens aumentam ainda mais, como é o caso dos freios que costumam duram mais tempo com a transmissão manual.

Além disso, muitos motoristas relatam que com o câmbio manual é possível ter mais controle do carro. Isso ocorre graças à possibilidade de poder trocar a marcha com mais precisão. Esse detalhe fica ainda mais nítido durante uma freada. Entretanto, é fundamental ressaltar que o desgaste da embreagem ocorre com mais frequência nos carros que possuem marcha manual, sendo em menos incidência nos automáticos, já que não possuem pedal.

Quando se trata de custo é preciso ter muita atenção e cuidado, a manutenção dos veículos com câmbio manual tende a ser mais barata e simples, uma vez que o desgaste dos freios e do fluído é menor. Mas vale lembrar que, se no país onde você mora é mais popular o câmbio automático, o preço da manutenção do manual pode ser que aumente e vice-versa. Por isso, antes de realizar o serviço procure se informar e saber como funciona no seu país e na sua cidade.

O que é câmbio automático?

O câmbio automático já é muito conhecido e utilizado no Brasil, e assim como o manual, também possui muitas vantagens. Por isso, separamos para vocês alguns itens que vão te ajudar a escolher a melhor opção. Continue lendo e confira!

Alguns dos modelos de carros mais conhecidos do mercado possuem câmbio automático, muitas vezes correspondendo aos preços mais caros. Mas, em compensação, eles oferecem mais conforto e praticidade para o dia a dia ou para uma viagem no final de semana com a família.

Neste caso, a troca de marcha é feita pelo sistema de transmissão do carro, que identifica de forma inteligente e rápida a relação entre a velocidade e o motor. Este procedimento exige que seja realizada a troca periódica dos filtros e do óleo do câmbio, também exige mão de obra especializada, que saiba e entenda de carros que possuem marcha automática, pois assim é possível evitar acidentes no trânsito.

Ao volante, as diferenças entre o câmbio manual e o automático são nítidas e fáceis de perceber, uma vez que as respostas do motor tendem a ser mais lentas, por esse motivo os trancos durante a troca de marcha são mais fortes.

Qual vale mais a pena?

Após entender e analisar todas as vantagens das duas formas de câmbio – manual e automático – é necessário definir qual dos dois vale mais a pena na hora de adquirir um veículo, como aquele Celta à venda que te chamou a atenção!

A escolha final do câmbio depende exclusivamente do motorista e da necessidade, o uso diário do veículo influencia muito na decisão. É indicado que seja feita uma lista com todos os benefícios e pontos negativos de cada um, pois assim será mais fácil identificar qual é o mais apropriado para a sua realidade.

Uma boa opção é procurar os veículos que possuem a versão manual ou automática do mesmo modelo, como é o caso do Prisma. Hoje em dia, é muito comum ir até uma concessionária e ver o mesmo carro com as duas opções. Isso acontece pela diversidade de opiniões e ideias que surgiram sobre o assunto.

Segundo pesquisas que foram realizadas dentro do setor de automóveis, o Brasil tende a se tornar um país com mais carros automáticos. Estima-se que mais da metade dos carros em uso estejam equipados com essa tecnologia nos próximos anos. Lembrando que hoje 15% dos veículos já possuem a marcha automática. Se possível, consulte um especialista na área, ele poderá auxiliar na escolha do veículo, além de especificar de forma mais detalhada o funcionamento do câmbio manual e automático. A opinião de conhecidos e amigos é também muito relevante.

É importante que o condutor não se acostume apenas a um modelo de carro, já que muitas vezes os motoristas que são habituados com modelos automáticos possuem uma grande dificuldade para dirigir nos manuais.

Ajudamos a esclarecer todas suas dúvidas sobre câmbio manual e automático? Quer saber mais sobre o funcionamento do seu caro? Então, continue acompanhando nossas postagens e entenda tudo sobre as peças que compõe o veículo. Compartilhe agora mesmo em suas redes sociais e lembre-se: a escolha da marcha depende apenas do condutor!