Para o Motorista

Acessibilidade no trânsito: conheça 5 tecnologias disponíveis!

Acessibilidade no trânsito

3 de dezembro: é essa a data escolhida para a comemoração do dia internacional da pessoa com deficiência. Este é um momento de reflexão e mobilização a favor da defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar desse grupo. Mas o que isso tem a ver com o trânsito? Pois você já parou para pensar sobre a acessibilidade no trânsito?

Basicamente, acessibilidade é o termo usado para se referir às condições necessárias para que as pessoas com algum tipo de deficiência consigam exercer suas atividades de forma segura e autônoma. A acessibilidade no trânsito é temática de extrema importância. Isso porque determina a eficiência da mobilidade urbana dessas pessoas, bem como a adaptação às condições de locomoção nas ruas.

Sabia que no mercado atual já existem algumas tecnologias específicas para atender às demandas e necessidades desse público? Já ouviu falar sobre os carros adaptados, por exemplo? Justamente para dar um panorama melhor a esse respeito é que preparamos este post. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

Quais são os maiores desafios das pessoas com deficiência no trânsito?

Em qualquer lugar e para quaisquer usuários, a verdade é que o Brasil enfrenta grandes problemas relacionados à mobilidade urbana. Entretanto, principalmente nos grandes centros urbanos, o alto fluxo de pessoas e veículos contribui para inchar o trânsito,. Isso, muitas vezes gera engarrafamentos monstruosos. Todo esse cenário fica menos pior para as pessoas com deficiência que conseguem ter um carro totalmente adaptado a suas limitações. Mas imagine como é para as que não têm essa opção!

A situação se complica quando o assunto é transporte público, já que não são todos os meios de locomoção urbanos que garantem acessibilidade. Isso sem falar que, muitas e muitas vezes, os mecanismos pensados exatamente para ajudar nessa questão não têm a manutenção adequada. Além disso, tampouco é dado treinamento eficiente para quem deveria saber operá-los. Elevador de ônibus quebrado, por exemplo, é cena corriqueira pelo Brasil afora.

Outro fator que dificulta bastante a mobilidade desse grupo no trânsito é a condição das calçadas e vias. Isso porque elas estão quase sempre muito irregulares e mal preservadas, com buracos, barreiras e desníveis para todo lado. Além disso, muitos municípios não contam com recursos básicos que facilitariam a locomoção de cadeirantes e deficientes visuais, como é o caso de pisos adaptados, rampas de acesso e sinais sonoros.

Que tipo de contribuição a tecnologia pode fazer para ajudar na acessibilidade no trânsito?

Alguns parágrafos depois e você já sabe: as pessoas que apresentam algum tipo de limitação enfrentam grandes problemas relacionados à locomoção no Brasil. A boa notícia é que a tecnologia pode ajudar a minimizar os transtornos! Atualmente, várias empresas já têm se voltado para essas questões. Elas estão investindo tempo, esforços e recursos para tentar solucionar alguns dos maiores problemas desse grupo. A ideia é conseguir aumentar a acessibilidade e gerar mais qualidade de vida para essas pessoas.

Conheça agora algumas das tecnologias mais interessantes empenhadas nessa causa!

1. Aplicativo Cittamobi Acessibilidade

o aplicativo Cittamobi Acessibilidade tem a função de facilitar a utilização do transporte público para deficientes visuais. Basicamente esse dispositivo emite áudios específicos aos usuários permitindo obterem a informação exata da trajetória, bem como o horário de cada ônibus e o ponto de parada desejado. Com isso, os deficientes visuais garantem maior autonomia em termos de mobilidade urbana.

2. Semáforo com dispositivo sonoro

Esse sistema auxilia o pedestre a se orientar no trânsito para atravessar ruas e avenidas com mais segurança. Por meio de um dispositivo acoplado ao semáforo, o deficiente visual consegue saber as condições de travessia. Isso porque o equipamento emite um alerta sonoro que caracteriza as diferentes situações do trânsito. A emissão do som em um tempo curto de repetições indica sinal vermelho, enquanto um tempo maior entre as repetições indica sinal amarelo. Já nos casos em que o dispositivo não emite som algum, é sinal de que os pedestres devem esperar.

3. Adaptações veiculares

Pelo aumento da procura, o mercado de veículos adaptados tem crescido a cada ano. De olho nesse nicho, empresas especializadas estão constantemente em busca de inovar no que se refere à tecnologia empregada nas modificações. Confira alguns recursos utilizados nas adaptações!

4. Controle dos pedais

Com mecanismo de ação personalizado de acordo com as necessidades específicas de cada motorista, a pedaleira é desenvolvida para auxiliar no controle dos pedais de acelerador, freio e embreagem. O funcionamento pode acontecer por meio de hastes de aço articuladas que são fixadas nos pedais de forma a possibilitar o acionamento com as mãos. Já nos casos de nanismo, age como um extensor dos pedais para aproximar o sistema dos pés do condutor.

5. Sinalização e acionamentos diversos

Aqui, a tecnologia permite que o motorista com deficiência comande vários sistemas de sinalização (como faróis, setas e buzina) por meio de botões instalados perto do pomo giratório. Esse mecanismo pode contar também com o acionamento do freio de mão por uma chave no volante.

Qual o custo médio para a aquisição de um carro devidamente adaptado?

O valor de um veículo adaptado para pessoas com deficiência física pode variar muito. Isso porque depende de vários fatores, desde o modelo do automóvel às características específicas das adaptações.

Para você ter uma ideia, os equipamentos adicionais podem acrescentar entre 5 mil e 50 mil reais ao valor final do carro. A boa notícia é que os veículos adaptados para pessoas com deficiência que custem até 70 mil reais recebem isenção de alguns impostos. Dependendo de alguns critérios, o desconto pode chegar a 30% do preço do carro. Já ajuda um pouco, não é mesmo?

Gostou de saber mais sobre a acessibilidade no trânsito? Por fim, vale ressaltar que, além de melhorarem a qualidade de vida de pessoas com algum tipo de limitação, essas tecnologias ainda contribuem para a inclusão social no trânsito por possibilitar a prática de atividades que normalmente poderiam não ser viáveis. Segurança e autonomia andando juntas: essa união só traz vantagens!

E agora aproveite para conferir também nosso post sobre o mercado de carros híbridos para ficar por dentro dessa novidade!