Para o Motorista

Curiosidades Fras-le: veja quais são os carros com melhor frenagem

Frenagem

Sem dúvida, o sistema de freio é um dos itens mais importantes de qualquer automóvel. Não é de se espantar, portanto, que a preocupação com a frenagem seja crescente entre os motoristas.

Diante dessa realidade, as empresas automotivas têm buscado maneiras mais eficientes de garantir segurança aos carros. Desta forma, é possível proteger tanto os motoristas como passageiros e pedestres.

Podemos adiantar que, independentemente da técnica adotada, o procedimento para avaliação do desempenho do sistema de frenagem é basicamente o mesmo. A eficácia é observada por meio de teste feitos em superfícies secas, molhadas e com diferentes tipos de aderência. A análise do freio dos veículos leva em conta o nível de desaceleração, o tempo e a distância para a parada.

Tem interesse no assunto? Então, continue a leitura para conhecer os carros com melhor frenagem, além de aprender a garantir a eficiência do sistema e a frear com segurança. Vamos lá?

Quais são os carros com melhor frenagem?

Apesar de tomar os devidos cuidados, podem acontecer situações em que é preciso pisar fundo no freio. Por este motivo, os carros com a melhor frenagem são as escolhas mais seguras para quem visa estar preparado para esses imprevistos. Sendo assim, separamos 4 marcas de veículos que são conhecidas mundialmente pela eficiência do seu sistema de freio. Confira!

Porsche

Desde a fabricação do primeiro Porsche, a marca vem surpreendendo os seus apreciadores com modelos que oferecem a melhor performance de frenagem e estabilidade já vistas. Afinal, a Porsche tem como objetivo oferecer para o seu público um veículo potente e com um ótimo sistema de freio.

Para isso, a marca leva em consideração diversos fatores que contribuem com o bom desempenho do veículo, como:

  • peso do carro;
  • distribuição da carga no eixo;
  • dimensão das rodas;
  • capacidade de aceleração;
  • velocidade máxima.

Na prática, esses fatores não só favorecem a melhora da frenagem como também contribuem com a melhor distribuição do peso do carro melhorando, assim, a aceleração e, consequentemente, reduzindo o consumo de combustível. Por isso, o primeiro lugar dos carros com melhor frenagem é dada para os modelos da Porsche.

Ferrari

Os modelos da Ferrari possuem um sistema de freio projetados para melhorar o resfriamento do veículo durante uso extremo na pista. Além disso, a marca conta com o que tem de mais tecnológico no mercado automobilístico. Isso tudo com o objetivo de oferecer para os seus clientes um veículo seguro e com alta performance na pista.

Chevrolet

A empresa Chevrolet também tem buscado desenvolver veículos com um ótimo sistema de freio. Prova disso, é o Corvette um dos modelos de carros esportivos da marca cuja a frenagem é mais responsiva. Além disso, com um sistema de freio mais leve, o peso do veículo é reduzido garantindo que tenha melhor desempenho do modelo na pista.

Lamborghini

E, por fim a marca Lamborghini não pode ser deixada de fora dessa lista, pois a empresa tem desenvolvido modelos com frenagens cada vez mais eficientes. Sendo assim, as principais características dos sistemas de freio dessa marca, são:

  • mais leves;
  • melhor desempenho;
  • aumento da vida útil do motor;
  • maior eficiência de refrigeração;
  • reduz o peso do veículo;
  • garante melhor performance do carro nas pistas.

Como garantir a eficiência da frenagem?

Projetado para garantir a segurança do veículo em qualquer situação inesperada, o sistema de freio precisa passar por revisões regularmente. Como é submetido a esforços repetitivos e altas temperaturas, o desgaste das peças é mais que natural. O motorista deve, portanto, seguir o cronograma de revisão previsto no manual do proprietário, além de sempre observar o funcionamento do carro a fim de identificar eventuais falhas.

Nesse sentido, você deve manter os seguintes cuidados:

  • verifique o nível do fluido de freio regularmente. O nível baixo de fluído de freio pode ser um indicativo de vazamento no circuito hidráulico dos freios, o que pode comprometer o sistema de freios a ponto de deixá-lo inoperante. Neste caso, procure um mecânico imediatamente para sanar o problema;
  • troque o fluido regularmente, seguindo as orientações do manual do seu veículo ou a recomendação de seu mecânico;
  • não altere as configurações originais do freio por outras com características diferentes;
  • evite alterar a suspensão do carro em caso de personalização;
  • use sempre peças que possuam aprovação do Inmetro;
  • solicite o serviço de mecânicos especializados no assunto;
  • respeite a capacidade máxima de carga do seu veículo.

Como fazer uma frenagem com segurança?

Temos aqui uma preocupação bastante comum entre motoristas ao redor do mundo: como parar o carro com segurança em situações de imprevistos? Afinal, qualquer falha nesse momento já pode ser suficiente para resultar em acidente. Por isso, além das manutenções regulares, o condutor precisa ter em mente que suas atitudes no volante também afetam a eficiência do sistema de freio.

A fim de garantir tanto sua própria segurança como a segurança dos pedestres, é preciso estar atento a certas ações que, por mais que sejam simples, são bastante eficientes. Pode acreditar: quando colocadas em prática, essas atitudes fazem uma enorme diferença!

Antes de mais nada, o motorista deve observar se está sentado na posição correta, com o tronco ereto. Para saber a distância ideal do banco, basta verificar se os pulsos conseguem se apoiar na parte superior do volante. Esses ajustes são importantes para uma direção segura, ok?

Outro fator que deve ser levado a sério diz respeito à distância entre seu carro e o carro da frente. Manter um espaço razoável entre os veículos é essencial para garantir a segurança em casos de imprevistos. Além do mais, em situações em que há pouca aderência ao piso, a velocidade deve se manter reduzida.

Fique atento às especificações do veículo

Lembrando que o sistema ABS ajuda (e muito) o motorista nas frenagens, já que impede o travamento das rodas e contribui para a redução da distância de frenagem. Se o veículo não tem esse sistema e o condutor percebe que as rodas travaram, é preciso fazer algo semelhante ao que a frenagem eletrônica faz: aliviar a pressão por breves instantes.

Pela importância do sistema de freio, as empresas automobilísticas têm buscado cada vez mais aprimorar esse mecanismo. Por isso, o mercado tem recebido muitos lançamentos de modelos que, além de sofisticação, oferecem estabilidade e proteção na medida certa.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o tema? Leia agora mesmo nosso post sobre as siglas EBD, ABS e ESP para entender de uma vez por todas o que cada uma significa!