Carro esquentando: saiba o que isso significa e como resolver!

Carro esquentando com frequência, mas até agora não sabe o que é e nem como resolver? Bom, em primeiro lugar, sim, isto pode ser um mau sinal e trazer problemas para o motor e até mesmo colocar a integridade do veículo em risco.

Por outro lado, uma simples revisão veicular técnica quase sempre é suficiente para diagnosticar o problema na fonte e resolvê-lo com rapidez.

Porém, para que isso seja possível, antes de tudo, é sempre recomendado conhecer alguns dos sistemas essenciais do carro, que podem causar esse superaquecimento e, principalmente, o porquê dele.

Para isso, preparamos um post completo e com dicas bem detalhadas. Boa leitura!

Carros esquentando: o que isso significa?

Há diversas formas de saber se o seu carro está esquentando. A primeira delas é por meio das luzes do painel, no qual o termômetro tem a função de acender imediatamente caso a temperatura do motor esteja acima do recomendado para rodar.

Porém, se houver mau funcionamento ou ineficiência desse sinalizador visual, provavelmente você só perceberá o carro esquentando com outros sinais, como fumaça, calor e ruídos.

Na prática, quando o motor do veículo apresenta uma nuvem de fumo — que não seja proveniente do catalisador —, significa que algo não está funcionando normalmente, o que pode trazer riscos e problemas para o funcionamento do carro.

Vale também destacar que o motor em operação gera calor. Porém, há todo um sistema de arrefecimento com a função de controlar essa temperatura sem sobreaquecer as partes. Logo, as causas de um superaquecimento podem vir tanto de um mau funcionamento desse sistema como da sua incapacidade de controle do calor, devido a outro problema externo.

Basicamente, esse sistema é formado pelo radiador, válvulas, reservatório de fluido e uma bomba de água. Ele opera dentro de um circuito fechado, em que o líquido circula pelas partes e permite controlar a temperatura adequada para o bom funcionamento do motor.

Quais os principais motivos de um carro esquentando?

Como bem resumimos, podem haver diferentes motivos para o superaquecimento do motor de um carro. Porém, neste tópico, a ideia é destacar algumas das principais origens desse problema e por que elas ocorrem.

Sendo assim, vamos direto aos pontos!

Mau funcionamento do termostato

A função do termostato no carro é dissipar e distribuir as ondas de calor no motor. Logo, se há qualquer irregularidade nesse funcionamento, muito provavelmente tal funcionalidade deixa de valer na prática e o calor se expande de forma inadequada sobre as peças.

O pior desse cenário é quando o termostato para de funcionar ou não se abre no momento adequado durante a operação do motor. Sendo assim, o fluido líquido de arrefecimento é bloqueado e deixa de circular como deveria.

Esta ausência do líquido no motor pode acarretar sobreaquecimento dele e, consequentemente, trazer problemas e ineficiência para o seu funcionamento. Entre as principais consequências, podemos destacar a queima de óleo, juntas e até a quebra de peças.

Problemas no sistema de arrefecimento

Como bem vimos mais acima, os carros operam com um sistema especial de arrefecimento do motor, que garante o controle da temperatura durante o seu uso. Porém, problemas ou falhas em determinadas etapas deste sistema podem ser a origem de ter o carro esquentando.

Por exemplo, a entrada de ar no sistema devido uma simples troca de fluido ou abertura da tampa do reservatório já pode acarretar um mau funcionamento.

Afinal, em geral, a entrada desse ar faz como que os sensores de temperatura não trabalhem de forma eficiente. E o eletroventilador não seja acionado, causando assim um superaquecimento.

Defeito na bomba de água

O papel da bomba é “puxar” o líquido do reservatório, para que ele possa circular pelo sistema de arrefecimento do motor. Logo, uma falha ou não funcionamento dessa etapa já pode impedir o controle da temperatura no veículo.

Nesse caso, a bomba pode simplesmente parar de funcionar por completo, não levando o líquido para o sistema, ou operar de forma ineficiente, conduzindo volumes baixos do fluido, o que pode causar desgastes de peças ao longo do tempo.

Falta de fluido no reservatório

O diagnóstico mais simples de se fazer ao perceber o carro esquentando é conferir o nível de fluido no reservatório. Vale reforçar que nunca se deve abrir a tampa ainda com excesso de calor, pois há risco de acidentes.

A falta de fluido pode ter origem no mau funcionamento do sistema de arrefecimento (como consumo acima do normal) ou vazamentos. No entanto, até descobrir o motivo, jamais rode com o veículo sem o líquido em questão.

Como resolver o problema do carro esquentando?

O sobreaquecimento do motor é um problema sério e pode acarretar diversos riscos ao veículo. Por outro lado, uma manutenção preventiva pode prevenir esse problema com bastante eficiência e, claro, evitar custos extras com consertos e trocas de peças.

Para isso, destacamos uma pequena lista do que pode ser considerado:

  • realize uma revisão veicular com frequência;
  • realize a troca do fluido conforme orientações do modelo;
  • utilize sempre fluidos e não água no reservatório (pois pode danificar peças com o tempo);
  • verifique o sistema de ventilação;
  • inspecione o ponto de ignição;
  • certifique-se que todas as luzes do painel estão funcionando.

Como um mecânico de confiança pode ajudar?

Não importa o modelo ou idade do veículo! Contar com um mecânico de confiança e, principalmente, manter uma regularidade de manutenções, sempre vai contribuir para preservar seu carro e evitar problemas diversos.

Por isso, opte sempre por oficinas e auto centers de referência e capacitação profissional. Além disso, para qualquer serviço, preze por peças de qualidade e com reconhecimento no mercado. Não aposte em economias duvidosas, pois, o barato sempre pode sair caro no final.

Enfim, essas foram algumas dicas úteis sobre como identificar e o que fazer quando perceber o carro esquentando. Vale reforçar a ideia de que todos os veículos podem passar por essa situação, mas quem realiza manutenções preventivas certamente terá menos dores de cabeça.

Gostou e quer ficar por dentro de muitas outras dicas, novidades e informações para o seu veículo? Então, se inscreva agora em nossa newsletter e receba tudo em primeira mão!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.