5 medidas para garantir a segurança do transporte de cargas

A atividade de transporte de cargas é um empreendimento com muita demanda no Brasil. Devido à grande dimensão territorial brasileira, temos um dos maiores fluxos de deslocamento de mercadorias entre regiões do país. Esse transporte é predominantemente rodoviário e precisa ser entregue com garantia de segurança do transporte de cargas.

Esse trabalho apresenta vários desafios, tanto para a empresa que gerencia o sistema de logística quanto para o motorista que trafega grandes percursos. Isso porque situações como roubo de carga, acidentes na rodovia e precariedade das estradas são exemplos de problemas que podem ocorrer. Sendo assim, é fundamental entender quais são as estratégias e os procedimentos a adotar para minimizar ao máximo os prejuízos ao realizar o frete de cargas.

Caso você não tenha noção sobre o tema, ou deseje aprender dicas relevantes, preparamos este artigo contendo as 5 principais medidas para garantir a segurança do transporte de cargas. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

1. Tenha um plano de gerenciamento de riscos

A primeira dica que podemos citar para que você garanta a segurança do transporte de cargas é elaborar um plano eficaz de gestão de riscos. Afinal, sabemos que, nessa modalidade de serviço, há grande incidência de contratempos que podem pôr a perder a produtividade da frota.

Nessa estratégia, você pesquisará, por exemplo, qual é a rota mais adequada que o motorista deve seguir para evitar problemas, como roubo de carga e acidentes na rodovia. Assim, será possível efetuar fretes com maior segurança e eficiência.

2. Faça a manutenção preventiva nos caminhões

O caminhão é a ferramenta principal nesse tipo de trabalho. Por isso, o seu funcionamento e a sua eficiência influenciam diretamente na produtividade e no rendimento do transporte de cargas, bem como na segurança das mercadorias e do próprio motorista.

Sendo assim, é fundamental realizar manutenções periódicas no caminhão, pois uma avaria nos sistemas mecânicos do veículo tem potencial de causar grandes problemas — tanto para o cumprimento de prazos quanto para a segurança da carga e do motorista.

Imagine, por exemplo, um caminhão que, em um determinado trecho de sua rota, quebra um componente do motor pela falta de revisões no veículo. Esse evento, se ocorrido em uma estrada com altos índices de roubo, pode comprometer a entrega das mercadorias. Compromete também a segurança do caminhoneiro devido à propensão a assaltos. Além do mais, a danificação de um veículo em rodovias também representa uma das maiores causas de acidentes e bloqueios nas pistas.

Logo, é essencial realizar inspeções periódicas nos sistemas mecânicos. Crie um calendário de revisões de modo a manter sempre os cuidados com o caminhão. Nesse processo, há alguns itens importantes que devem estar no check-up. Confira os principais:

  • sistema de freio;
  • estado de conservação dos pneus;
  • sistema de suspensões;
  • filtro de ar, óleo e combustível;
  • luzes de sinalização;
  • módulo de injeção;
  • sistemas elétricos.

Ao manter todos esses e outros itens operando de maneira satisfatória, as chances de ocorrência de avarias na estrada são minimizadas.

Vale ressaltar que essa atitude ainda garante que o proprietário tenha uma economia. Afinal, imprevistos relativos à quebra de componentes na estrada podem gerar gastos além do que se espera para uma revisão preventiva, diminuindo inclusive o lucro obtido no transporte da carga em questão.

3. Monitoramento remoto da frota reforça a segurança do tranasporte de cargas

Outra forma bastante válida para garantir a segurança do transporte de cargas é por meio do monitoramento remoto da frota. Para isso, podemos encontrar no mercado vários sistemas de rastreamento. O mais utilizado tem como base de funcionamento a transmissão via satélite e o dispositivo de GPS que, combinados, monitoram a localização e o movimento de cada veículo.

Isso permite que os gestores de frota acompanhem em detalhes o percurso do caminhão. Caso haja algum problema que faça o veículo parar o mudar a sua rota, o sistema realiza o alerta e a comunicação remota da condição de transporte. Além do mais, essa tecnologia permite obter outros benefícios que ajudam na segurança do trabalho. Podemos citar:

  • dispositivos com alerta de pânico;
  • adaptação de câmeras de segurança embarcadas;
  • sistema de travamento das portas do baú e da cabine;
  • gerenciamento de variáveis, como velocidade, aceleração e frenagem;
  • controle de acionamento remoto da ignição, em casos de emergências;
  • acompanhamento da movimentação da frota por meio de plataformas online.

4. Cheque o peso dos volumes transportados

Muitas vezes, os acidentes e os transtornos envolvendo o transporte de cargas é decorrente da negligência dos gestores da frota. Fatores como falta de planejamento e de investimentos adequados podem provocar grandes problemas na estrada. A esse respeito, um desses entraves é não averiguar o peso dos volumes transportados.

Essa atitude deve ser evitada, já que transportar cargas acima da capacidade do veículo potencializa as chances de danificação das mercadorias e até mesmo de acidentes na estrada, o que compromete a segurança da carga e do motorista. Dessa forma, sempre quando for planejar um novo serviço, faça a checagem dessa medida.

5. Invista em treinamentos periódicos para os motoristas

Os motoristas estão diretamente envolvidos com o transportamento das cargas. Eles são responsáveis por muitas operações que envolvem o deslocamento e a logística das mercadorias. Sendo assim, é fundamental que esses trabalhadores saibam como lidar com as possíveis adversidades presentes nesse tipo de atividade.

Para isso, uma medida essencial é investir em treinamentos periódicos para os motoristas contendo abordagens como segurança do transporte de cargas, manutenção do caminhão etc. Adotando esse procedimento de segurança, será possível desenvolver bons resultados em produtividade e em rendimento na frota de caminhões.

Essas foram as principais medidas que visam a garantir a segurança do transporte de cargas. Percebe-se que, ao investir em alguns procedimentos e estratégias, é possível ter resultados significativos e minimizar erros e contratempos. Dentro desse tema, vale citar ainda a importância de investir em um caminhão de qualidade para aumentar a segurança no transporte de mercadorias.

Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as atualizações sobre o mercado de transportes!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.